Painel de Controle

Dicas e conteúdo para o seu negócio decolar.

> Como gastar menos dinheiro comprando somente o necessário?

Como gastar menos dinheiro comprando somente o necessário?

por Douglas Gayo

Como gastar menos dinheiro comprando somente o necessário?

Quer descobrir como aumentar a saúde financeira do caixa da sua empresa?

Quer descobrir como economizar dinheiro comprando somente o necessário? Então a matéria desta semana vai ajudar você!

Os estoques provavelmente representam a maior parte dos desembolsos de caixa da sua empresa. Nós já vimos na nossa última matéria que estoque representa imobilização de capital financeiro. É dinheiro parado!

Uma excelente solução para economizar dinheiro e aumentar a saúde financeira do seu caixa é diminuir os volumes de estoques atuais da sua empresa. Isso vai fazer com que você tenha inclusive menos boletos de fornecedores à pagar.

A grande pergunta é: “Qual o nível ideal de estoques para minha empresa? ”. Uma metodologia que vai te ajudar a responder esta pergunta é o cálculo do giro dos estoques.

Se você compra ou industrializa um produto que custou R$5,00 e revende este mesmo produto por R$12,00 você terá um ganho de R$7,00. Certo? No entanto, sua empresa só vai realizar esse ganho quando efetivamente vender o produto e receber do cliente. Enquanto o produto estiver parado no seu estoque não haverá ganho algum.

Ou seja, sempre que você vende um produto você realiza lucros. Portanto, quanto mais vezes você girar seu estoque, mais vezes você vai realizar lucros.

 

Como calcular o giro dos estoques da minha empresa passo a passo?

 

1º Passo: Calcular o estoque médio que sua empresa apresentou no período:

 

(Estoque do início do Período + Estoque do final do período) / 2

 

2º Passo: Calcular então o giro do estoque através da fórmula:

 

Valor dos Produtos Vendidos (preço de custo) / Valor Médio do Estoque (preço de custo)

 

Vamos fazer um exemplo para facilitar o entendimento. O Sr Zé do Trambique é um empresário bastante conhecido aqui da região. No início do mês de julho de 2017 sua empresa apresentava R$50 mil Reais de estoque (preço de custo). Ao final deste mesmo mês a empresa apresentava um estoque de R$40 mil Reais. Com isso o estoque médio da empresa será de R$45 mil reais. Conforme cálculo abaixo:

 

(R$50 mil + R$40 mil) / 2 = R$45 mil reais

 

Neste mesmo período, o Sr Zé do Trambique vendeu 600 unidades de um determinado período a R$100,00 cada uma. Ou seja, a empresa obteve uma receita de R$60 mil Reais.

No entanto para termos uma comparação coerente temos que trabalhar sempre com as mesmas unidades de medida. Ou seja, uma vez que os estoques são sempre registrados pelo preço de custo, temos que descobrir também o preço de custo dessas vendas.

Este mesmo produto que o Sr Zé do Trambique vende a R$100,00 ele comprou do seu fornecedor pelo preço de R$20,00. Ou seja, pelo preço de custo dos seus produtos ele vendou R$12 mil reais.

Assim podemos calcular o giro dos estoques da empresa do Sr Zé do Trambique conforme fórmula abaixo:

R$12 mil / 45 mil = 0,27

 

Quanto deve ser o giro dos estoques da minha empresa?

 

Essa pergunta varia de produto para produto e de empresa para empresa. Você deve se atentar às características do seu produto. Por exemplo: se você importa um produto, muito provavelmente terá um giro mais lento, uma vez que o processo de importação também é mais lento.

No entanto precisamos nos atentar que quanto maior for o giro do seu estoque mais eficiente ele é. Ou seja, quanto mais girar, melhor para sua empresa.

E apenas como referência um bom indicador seria um número maior ou igual a 1.

No caso da empresa do Sr Zé do Trambique o indicador de giro do estoque (0,27) é um indicador ruim. Ou seja, ele tem mais estoque que deveria, o que acarreta uma imobilização de capital financeiro desnecessária.

Se você trabalha com um mix grande de produtos deve calcular o giro de estoque para cada produto, ou caso julgar isso impossível, faça o cálculo na pior das hipóteses por categoria de produtos.

Lembre-se: Sua empresa existe exclusivamente para gerar riquezas. E imobilizar dinheiro nos estoques é algo que não contribui para esse objetivo.

Inscreva-se em nosso canal no Youtube e confira novos conteúdos quinzenalmente.

 

Douglas Gayo

MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). MBA em Finanças pela Unochapecó. MBA em Engenharia da Produção pela Unochapecó. Graduado em Ciências Contábeis pelo IBES/Sociesc. Atua como assessor financeiro com foco em Gestão Estratégica de Capital de Giro; Gestão Estratégica de Resultados; Gestão Estratégica de Custos; Captação de Recursos Financeiros de Longo Prazo; Planejamento Estratégico; e Modelagem de Novos Negócios. Sócio fundador da Vettor Gestão Empresarial, empresa que atua com assessoria financeira. Instrutor de Treinamentos na área de Gestão Estratégica de Capital de Giro. Membro do Núcleo das Assessorias e Consultorias da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), onde é membro desde o ano de 2013.
Douglas Gayo

Últimos posts por Douglas Gayo (exibir todos)


Sobre o blog

O Painel de Controle é um blog com dicas, notícias e conteúdos para o seu negócio decolar. Confira também canal no Youtube.

A Vettor te ajuda na difícil tarefa de gerenciar uma empresa, fornecendo as melhores soluções de gestão e melhorando seus resultados financeiros.